como escrever um livro de romance?
Como Escrever Um Livro

Como Escrever um Livro de Romance?

Para aprender como escrever um livro de romance, tenha em mente que o primeiro passo é não contar apenas uma história de amor qualquer.

Antes de mais nada, um romance pode ser qualquer tipo de livro que envolva as mais diversas histórias e relacionamentos, não ficando preso apenas no amor romântico como comumente é designado e em relações melosas como você pode estar acostumado.

O amor, é um dos sentimentos mais antigos da humanidade, estando presente desde as primeiras manifestações de arte e linguagem. Por sua vez, esse sentimento pode expressar um universo de possibilidades e para produzi-lo, existem algumas técnicas para sua construção.

Como escrever um bom livro de romance?

Agora, vamos abordar esses pontos que te ajudarão a escrever seus próprio livros de romance, sejam de época ou para públicos jovens.

Leia tudo possível

Não canso de falar da importância da leitura na escrita, mas quando falamos desse gênero é inegável ler outros autores para perceber nuances dos relacionamentos, sejam eles para públicos jovens, ou ainda, os mais maduros.

Portanto, cada vez que mergulhar em uma leitura de romance, perceba como esse mundo foi criado, quais são os modos de cortejo, de relacionamento e além disso, quais os limites morais que a época do livro impede, ou ainda, quais destes são os motivadores para que os personagens estejam juntos.

Além disso, a leitura pode te ajudar a encontrar os clichês de gênero e perceber oportunidades de escapar dos mesmos. Caso seja do seu interesse. Esculpindo uma trama única e encantadora do seu próprio modo.

Procure histórias reais

Sua história de amor pode ser quase como um sonho em uma noite de verão, cheia de magia e ilusões. Por outro lado, sinto te dizer que nenhum romance real se baseia em utopia, nada será perfeito e seu romance não pode acontecer como se fosse natural e sem empecilhos.

À Princípio, todo bom enredo precisa mergulhar na verossimilhança e na capacidade de tornar palpável uma relação entre pessoas diferentes. Se, ao terminar de escrever seu livro e não houve complexidade, contratempos, dificuldades ou desafios, as relações ficarão tão rasas que nenhum leitor consegue se identificar com os personagens.

Pode ser esse o erro que faz pessoas acharem que relacionamentos são contos de fadas. Pelo contrário, relações tem problemas e casais estão juntos não apenas por se combinarem como peças de quebra-cabeças, mas por em meio a diferenças, encontrarem motivos para ficarem um ao lado do outro.

Encontre o tempo certo

Como conseguir se diferenciar no meio de romances que parecem ser todos iguais? Pois bem, talvez você possa se inspirar na vida real, seja atual ou de outras épocas, encontrando formas de contar aquele enredo por outra perspectiva.

Por outro lado, pense que a vida real está cheio de casos de amor em que você pode se basear para construir seu enredo. Uma fofoca dos famosos, uma hipótese de relacionamento em determinada época, um outro olhar para diversas formas de amar, ou quem sabe, um fato histórico pouco explorado?

Boas histórias românticas precisam de grandes conflitos

Não há nada mais gostoso que ler um romance onde os momentos de conflito internos e externos são os empecilhos e motores do romance. De forma natural, esses desafios constroem as relações por meio das ações dos personagens e das reações entre eles.

Duvido que você já se apaixonou por alguém de cara e mesmo que o tenha, já teve dúvida se não estava indo cedo de mais com o sentimento. Além disso, os conflitos dão um peso maior para a trama e permitem que o leitor seja imerso ainda mais nos sentimentos dos personagens.

Crie personagens cativantes

Me diga como escrever um livro de romance sem criar personagens encantadores? Pois bem, se os personagens não cativam o seu leitor, como você permitirá que torçam para ficarem juntos no final, ou ainda, consigam se sentir próximos da relação que estão lendo.

Dê um passado próprio, uma história que permita a consistência do enredo e delimite traços de personalidades para que as atitudes que realizarem pareçam reais e não encenação. Somente assim, você cria com seu leitor a intimidade necessária para o prender página a página.

Não precisa perder páginas para contar tudo, tenha uma lista ao menos com o resumo da história e vá intercalando na trama conforme necessário. Em suma, utilize sua narrativa para ajudar seus personagens a contarem suas próprias historias e dar alma ao enredo.

Fuja dos clichês do romance

Escape do piegas, das situações forçadas e do sentimentalismo que o gênero literário pode acabar passando se não for observado com cuidado. A solução, normalmente é permitir que outros leiam seu livro e deem opinião quanto aos fatos que levam sua história.

Como escrever um livro de romance de época?

Agora, se você deseja um daqueles romances que façam o leitor viajar no tempo em períodos específicos, talvez sua escrita te leve aos romances de época.

Para começar, livros de romance época também seguem alguns padrões e você precisa estar atento durante seu processo criativo. Logo mais, vou abordar como você pode escrever o seu romance com algumas dicas complementares.

Romance de época ou romance histórico?

Sim, podem parecer que são a mesma coisa, mas na verdade não são.

O romance histórico é uma obra ambientada antes dos anos 50 e que tem como plano de fundo situações que fazem base para a construção da trama. Em suma, pode ser uma batalha, um golpe de estado, um processo jurídico ou hipóteses históricas, logo, personagens e cenários devem ter o máximo de precisão.

Agora, um romance de época mesmo que detendo de período histórico como plano de fundo, não exige os fatos históricos como pontos importantes. Por sua vez, está mais relacionados com os costumes da sociedade e questões sociais que podem ser expressadas com criatividade.

Nenhum romance de época existe sem pesquisa

Abuse da pesquisa para criar a obra mais refinada e verídica possível. Independente do tipo de romance, você precisa pesquisar tudo que se refere a época da sua ambientação, correndo o risco de se não o fizer, criar um estranhamento para com o seu leitor que questionará cada linha.

Alguns pontos que você deve se atentar:

  • Vestimentas
  • Crenças e Hábitos
  • Objetivos por classe social e/ou educação
  • Fauna e Flora da região
  • Descrição de objetos da época
  • Dados geográficos, como quais países e regiões existiam naquele período

Conhecer tudo isso é fundamental para que sua história se torne o mais verossímil possível.

O uso da linguagem da época

Quer fazer seu leitor viajar de verdade nesta época? Pois então, abuse do estudo sobre a maneira como as pessoas falavam, usando termos corriqueiros e etiquetas que deveriam ser executadas no período.

Com essas dicas, você aprende como escrever um romance de época ou histórico, seguindo uma base sólida que demandará bastante pesquisa. Por outro lado, você como autor deve ser o primeiro a mergulhar no passado e traduzir aqueles tempos aos seus leitores.

Como escrever um livro de romance para jovens?

Os romances Young Adult, ou ainda abreviado como YA, representam aqueles romances onde o lugar de um adolescente é o ponto focal da trama. Portanto, para escrever este gênero devemos nos atentar em algumas dicas.

Seu protagonista Young Adult deve ser autêntico

Todos nós fomos adolescentes, ou você que está lento este artigo, está nesta fase e já deseja viver o sonho de ser um escritor. Seja quem você for, entenda que o primeiro passo é estudar os comportamentos, a linguagem, interesses e maiores problemas que enfrentam nesta fase da vida.

Nenhum adolescente será igual ao outro, por isso veja como se comunicam, em que época você está passando seu romance e acima de tudo, quais mensagens você quer passar com sua narrativa?

Monte o cenário do seu livro

Não me importo de adicionar referências temporais nos livros, ainda mais por dar personalidade ao enredo e criar uma forte identificação pelo público. Porém, histórias e tendências atemporais costumam funcionar em qualquer época e para qualquer público.

Quando for escrever seu livro Young Adult, não se apegue muito as referências da cultura pop também, pois elas costumam surgir e desaparecer muito rapidamente. Não somente, mas explore como é a vida destes personagens, quais seus gostos e hobbies, assim como é sua visão sobre o mundo em que vivem.

As emoções em livros YA

É inegável que a adolescência não é apenas um período difícil pelas mudanças corpóreas, mas também está relacionado com fortes emoções. Em resumo, você pode não ter talvez grandes históricas para contar sobre a sua vida, mas pode contar sobre um primeiro amor, sobre situações familiares e os medos e receios quanto a vida adulta.


Finalmente, chegamos em um guia de como escrever um livro de romance e alguns dos principais subgêneros. Agora, o próximo passo é com você amigo autor ou amiga autora, sente na cadeira e escreva seu livro de uma vez por todas.

Além disso, tenha certeza de uma coisa. Nada substitui seus próprio estilo narrativo, procure observar os comportamentos das pessoas na rua, pare em um café e observe como são as conversas e o que casais estão conversando. Tenha material e leia bastante, principalmente romances.

Se você gostou deste conteúdo pode gostar também de:

Escritor. Especialista em Busca Orgânica & Marketing. Leitor apaixonado por fantasia e ficção científica.

2 Comentários

  • Sandro Gonçalves

    Olá Raphael! Parabéns pelo site e pela iniciativa em auxiliar escritores amadores a buscarem o sonho de viver da escrita. Tenho uma dúvida. Estou tentando…escrever um romance. A história narra o transcorrer da adolescência para a vida adulta. Porém, quero saber se posso citar bandas e músicas vivenciadas pelo personagem principal daquela trama? Implicaria em direitos autorais ou algo do tipo? Mais uma vez muito obrigado. E grato pela sua atenção.

    • Raphael

      Opa, meu amigo.

      Obrigado pelo apoio!

      Então, entra sim como direitos autorais, normalmente você pode apenas citar o nome da banda e o nome da música, não tem grandes problemas, mas não pode difamar nem de brincadeira a imagem da banda. Por exemplo, “a banda “NoWayOut” era para jovens imaturos e que não entendiam o idioma e só sabiam gritar”. Nesse caso, acaba ficando pejorativo, sabe?

      Se for usar letras de musicas, tem que ser pequenos trechos, não pode reproduzir boa parte ou refrão completo. Precisa pedir autorização nesses casos.

      Te indico usar alguns nomes, cuidado para não deixar seu livro parecer uma lista do spotify. Pensa também que seu texto pode ficar datado e estranho, já que muitas pessoas podem não conhecer as bandas e nesses casos, explorar o cenário musical de cada época vai gerar maior identificação por parte do leitor. Porém, isso é uma escolha bem particular de autor para autor.

      No geral é isso,

      Abração

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.