literatura africana das obras e autores
Carreira Literária

Literatura Africana, das Obras e Autores

Te convido para viajar sem sair do sofá, se familiarizar com outra cultura e ainda de quebra, expandir sua visão de mundo. Não apenas, mas são com os livros que nos aproximamos de outras perspectivas e por isso criei essa lista de escritores do continente africano, para te ajudar a sair da zona de conforto literário.

É importante saber que essa relação não é apenas um convite de leitura, mas também uma porta de entrada para que continue pesquisando outras obras e autores africanos. Contudo, selecionei algumas narrativas que tenho lido e acredito serem muito interessante aos meus leitores.

Vamos lá?

5 livros da literatura africana.

Chimamanda Ngozi Adichie

Americanah - Chimamanda Ngozi Adichie

Lagos, anos 1990. Enquanto Ifemelu e Obinze vivem o idílio do primeiro amor, a Nigéria enfrenta tempos sombrios sob um governo militar. Em busca de alternativas às universidades nacionais, paralisadas por sucessivas greves, a jovem Ifemelu muda-se para os Estados Unidos. Ao mesmo tempo que se destaca no meio acadêmico, ela depara pela primeira vez com a questão racial e com as agruras da vida de imigrante, mulher e negra. Quinze anos mais tarde, Ifemelu é uma blogueira aclamada nos Estados Unidos, mas o tempo e o sucesso não atenuaram o apego à sua terra natal, tampouco anularam sua ligação com Obinze. Quando ela volta para a Nigéria, terá de encontrar seu lugar num país muito diferente do que deixou e na vida de seu companheiro de adolescência. Principal autora nigeriana de sua geração e uma das mais destacadas da cena literária internacional, Chimamanda Ngozi Adichie parte de uma história de amor para debater questões prementes e universais como imigração, preconceito racial e desigualdade de gênero. Bem-humorado, sagaz e implacável, Americanah é, além de seu romance mais arrebatador, um épico contemporâneo.

Americanah – Chimamanda Ngozi Adichie

Paulina Chiziane

Niketche: Uma história de poligamia - literatura africana

Rami é uma esposa fiel e subserviente. Ela faz o que manda a tradição, mas nem assim consegue ser amada por Tony, com quem é casada há vinte anos. Certo dia, Rami descobre que o marido tem várias amantes ― e filhos ― por todo o Moçambique, e decide conhecê-las uma a uma. “Eu, Rami, sou a primeira-dama, a rainha mãe. […] O nosso lar é um polígono de seis pontos. É polígamo. Um hexágono amoroso”, diz. A partir desse encontro surpreendente, todas terão suas vidas completamente transformadas.
De origem humilde, Paulina Chiziane foi a primeira mulher moçambicana a publicar um romance ― apesar de não se considerar romancista, mas uma contadora de histórias. Em Niketche, ela mistura bom humor, consciência social e lirismo para traçar um vigoroso painel da condição feminina e da sociedade de seu país.

Niketche: Uma história de poligamia – literatura africana

Nadine Gordimer

o melhor tempo é o presente nadine gordimer - literatura africana

Amantes clandestinos no passado, devido às leis raciais que proibiam relações entre negros e brancos, hoje Jabulile Gumede e Steve Reed vivem numa África do Sul democrática. Ambos foram ativistas que lutaram com todas as forças pelo fim do apartheid, e seus filhos, felizmente, já nasceram em um tempo e em um lugar de liberdade. Mas à medida que os ideais de uma vida melhor para todos são ameaçados por tensões políticas e raciais, pela ressaca das ambiguidades morais e pelo enorme abismo entre os privilegiados e a grande massa pobre que só aumenta a cada dia, o casal pensa em abandonar o país pelo qual tanto lutou. O assunto de O melhor tempo é o presente não poderia ser mais contemporâneo, porém a escritora Nadine Gordimer o trata, como é característico em sua tremenda obra, de modo atemporal. Aqui, ela mais uma vez dá mostras da grande romancista que é, ao capturar a essência da nação sul-africana no século XXI por meio da história de um casal em conflito. “Um exemplo perfeito daquilo que a literatura nos proporciona e os livros de história não têm como proporcionar.” – The New York Times Book Review “Ler O melhor tempo é o presente é mergulhar no caldeirão que é África do Sul hoje.” – Los Angeles Times

O melhor tempo é o presente – Nadine Gordimer

Ondjaki

Os Transparentes - Ondjaki

Os protagonistas de Os transparentes são pessoas simples, habitantes da cidade de Luanda que vivem e compartilham seus afetos e suas memórias. São personagens surpreendentes, ricos em complexidade humana, que desejam, choram, festejam, lutam e fantasiam. Odonato, Xilisbaba, Amarelinha, AvóKunjikise e MariaComForça moram em um edifício no LargoDaMaianga, centro de Luanda. Outras pessoas, como o VendedorDeConchas, o Cego e o Carteiro, passam eventualmente por ali. Eles contam suas histórias, relembram os tempos da guerra e fazem planos para o futuro. Aparecem também personagens como autoridades, fiscais, jornalistas, pesquisadores, todos interessados nas riquezas naturais do país e enredados na experiência urbana de uma grande cidade africana. São histórias íntimas e coletivas, problemas individuais e familiares que traçam um painel de uma Angola cheia de contrastes, vivendo a transição muitas vezes difícil entre a cultura arraigada e a chegada do novo. Neste romance o estilo do autor permanece inconfundível, tanto por seu humor franco conjugado à crítica inteligente como por sua habilidade narrativa que sempre leva o leitor a uma vigorosa aventura ficcional.

Os Transparentes, de Ondjaki

Chigozie Obioma

Os Pescadores, de Chigozie Obioma

Os irmãos Ikenna, Boja, Obembe e Benjamin vivem com seus pais na cidade de Akure, na Nigéria. Quando o Banco Central transfere o pai, James Agwu, para Yola, ele decide se mudar sozinho por considerar a região perigosa. Os meninos, acostumados à disciplina rígida, experimentam uma liberdade até então desconhecida. Desafiando os limites, eles vão pescar em um rio considerado amaldiçoado e essa travessura mudará completamente os rumos de suas vidas.

Com seu romance de estreia, Chigozie Obioma foi um dos finalistas do Man Booker Prize, um dos mais importantes prêmios literários internacionais, e é considerado umas das vozes mais interessantes da literatura africana contemporânea pelo The New Tork Times e pelo Guardian. Os pescadores conquista os leitores ao misturar habilmente a história da família Agwu e as reviravoltas pelas quais a Nigéria passou durante a década de 1990.

Os Pescadores, de Chigozie Obioma


Espero que tenha gostado das indicações da literatura africana e que isso possa te ajudar a enriquecer ainda mais a sua biblioteca particular.

Se você gostou desse conteúdo, pode gostar também de:

Escritor. Especialista em Busca Orgânica & Marketing. Leitor apaixonado por fantasia e ficção científica.

2 Comentários

  • Mariana

    Olá, recentemente publiquei um ebook na Amazon e coloque-o 5 dias gratuitos. Nesse período vendi vários ebooks mas, não tenho parâmetro para comparar se meu desempenho foi bom ou não. Existem alh forma de comparar o meu volume de vendidos com outros livros?

    • Raphael

      Olá Mariana,

      É bem complicado a gente se comparar em volume de vendas com outros autores, tem diversos porém envolvidos, mas uma forma de descobrir que as vendas estão indo bem é pela lista Ranking dos Mais Vendidos.

      Essa informação você acha na página do seu livro na Amazon e mostra qual a posição do seu livro em comparação com outras da mesma.

      Acho que você não vai ter o dado, mas observe se após/durante sua promoção, aumentou ou diminuiu o seu ranking. É o parâmetro mais justo para para uma promoção de livro gratuito.

      Espero que tenha ajudado =D

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.