guia de gêneros punk na ficcao
Carreira Literária

Guia de Gêneros Punk na Ficção

Dos gêneros punk na ficção, pode ser que você conheça nomes como cyberpunk, steampunk, solarpunk, dieselpunk e outros que ficaram famosos com o tempo.

A palavra “Punk” é uma daquelas que teve seu significado alterado conforme o tempo. Além disso, para complicar as coisas, usamos esse termo para descrever diversos subgêneros da ficção científica e isso saiu do controle nos últimos anos.

Antes de mais nada, vamos entender um pouco mais sobre o que é a cultura punk.

A cultura Punk

A cultura punk é denominada pelos estilos dentro de uma subcultura e tribo urbana que possuem características semelhantes ao que se identifica como punk. Alguns exemplos deste grupo são, o princípio de autonomia, da aparência mais agressiva, sarcasmo, niilismo e subversão da cultura de massa.

Pode parecer curioso, mas o estilo punk que se expandiu para a música, moda, design, artes plásticas, entretenimento e meios literários, teve sua origem num contexto de contracultura, como reação frente a não violência dos hippies e à opressão do elitismo cultural.

Os comportamentos sociais incluem princípios éticos e políticos, dentre estes a literatura como expressão linguística que ainda tem como base quebrar os padrões pré-estabelecidos do que era literatura e trazer pautas e questões importantes à sua época.

Quais são as características dos gêneros punk?

As premissas básicas dos livros de ficção cientifica é o foco na tecnologia, embora os termos que vem antes de “punk” definem de fato qual o tipo específico de tecnologia que estamos falando. Entretanto, quase em todos há o elemento de rebelião, onde membros marginalizados da sociedade(um dos significados originais da palavra punk) buscam seu lugar em meio as massas de autômatos.

Um ponto a ser observado, é a questão de como é usado o termo retrofuturismo para descrever o punk de ficção científica, pois muitos subgêneros punk são baseados em períodos históricos, mas com toques futuristas. Por exemplo, em steampunk que se usa a tecnologia do vapor em máquinas quase que futuristas e que não eram possíveis na época de sua utilização.

Lista dos gêneros punk na ficção

Agora, vamos falar dos vários subgêneros da ficção cientifica que utilizam do sufixo punk. Não somente, mas reforçar que como novos surgem de tempos em tempos, um ou outro pode ter ficado fora desta lista e ainda ter sido alterado quanto a sua descrição.

  • Cyberpunk: o gênero te foco na tecnologia e cibernética, onde há alta tecnologia e baixa qualidade de vida, normalmente se passa no presente ou em um futuro próximo.

Exemplos.: Neuromancer, Blade Runner, Ghost in the Shell, Periféricos, Fluam, minhas lágrimas, disse o policial

  • Fantasy Cyberpunk / Cyber Urban Fantasy / Fantasia Científica Cyber: pega muito do Cyberpunk mas com elementos de fantasia.

Exemplos.: Shadowrun, e na série de jogos Final Fantasy (podendo ser encontrado principalmente nos jogos, 6, 7, 8 e 13)

  • Hopepunk: subgênero da ficção especulativa onde mesmo em cenários hostil e distópico, os personagens usam como motor narrativo a esperança de fazer a coisa certa. Por sua vez ditando que fazer o bem não é um ato de fraqueza, mas sim político e rebelde.

Exemplos.: O Conto da Aia, Jogos Vorazes, Divergente

  • Splatterpunk / Horrorpunk: foco nos elementos sobrenaturais e de terror, normalmente bastante exagerados e podendo conter tecnologia maquinal ou biológica.

Exemplos: Alguns contos de H.P. Lovecraft conseguem de encaixar neste gênero, quando observamos o grotesco como enredo.

  • Stonepunk: aqui tecnologias anacrônicas da idade da pedra ou primitivas, onde essas sociedades podem ou não ser muito modernas apesar do uso da tecnologia.

Exemplos: Os Flintstones, Os Croods, Dr. Stone.

  • Sandalpunk: foco na tecnologia da idade do bronze e do ferro, até mesmo com aqueles famosos autômatos de bronze criados por inventores míticos das lendas de Romanas ou Gregas.

Exemplos: Atlantis o império perdido, Jasão e os Argonautas, 300 de Esparta, Xena

  • Dungeonpunk: gênero focado na Era Medieval onde a magia e poderosos artefatos substituem ou se mesclam com a tecnologia.

Exemplos: Muitos dos RPG de mesa como Eberron, Dragonlance e outros que tiveram livros publicados entram neste gênero.

  • Clockpunk / Clockworkpunk: foco na tecnologia de engrenagens e mecanismos de relógio de corda, normalmente passando na renascença ou Barroco.

Ex: O labirinto do Fauno, Hugo, Chrono Cross, Final Fantasy IX

  • Steampunk (vaporpunk): gênero famoso, focado em tecnologias a vapor que podem ou não ter também outras tecnologia no mesmo universo, normalmente se passa na Era Vitoriana.

Ex.: Reinos de Ferro, Liga Extraordinária, Fullmetal Alquimist, Steamboy, A Lição de Anatomia do Temível Dr Louison

Tupinipunk: elementos fantásticos das lendas e contos brasileiros que usam quaisquer tecnologias, mas geralmente steampunk e podem passar em qualquer período.

Ex.: O Legado de Avalon, Cidade Invisível

  • Weird Steampunk / Gaslamp Fantasy: o foco é no estranho e com elementos sobrenaturais, muito conectado com o steampunk.

Ex.: Castelo Animado, Stardust

  • Cattlepunk / Cowboypunk / Westernpunk / WildWestpunk: o Steampunk encontra o velho-oeste basicamente.

Ex.: A Torre Negra, Westworld

  • Weird Cattlepunk / Weird West: quando o velho-oeste encontra o terror sobrenatural.

Ex.: Faroeste Arcano RPG

  • Space Cattlepunk / Space Western: quando o velho-oeste vai ao espaço e além.

Ex.: Cowboy Bebop, Série Firefly, Battlestar Galactica

  • Dieselpunk: gênero focado em combustão interna e eletricidade, normalmente entre os anos 20 e 50, é a geração a frente do Steampunk.

Ex.: Capitão Sky e o mundo do Amanhã, Metropolis, Hellboy, Cidade das Crianças Perdidas

  • Weird Dieselpunk / Splatter Dieselpunk: Dieselpunk com elementos de terror exagerado ou sobrenatural.

Ex.: DarkCity, A Múmia, Ghoul

  • Decopunk / Diesel Deco: Dieselpunk encontra a arte deco, a arquitetura e a estética costumam ser as tecnologias mais avançadas.

Ex.: Batman a Serie Animada, Black cat, Femme Noir

  • Weird Decopunk / Diesel Noir: muito mais sombrio, cínico e corrupto, o crime e gângsteres estão em todos os lados. Pode ter elementos de ocultismo, mas não é habitual.

Ex.: O chamado de Cthulhu, Marvel Noir, O Sombra,

  • WW Dieselpunk / Diesel Weird War: Dieselpunk durante as guerras mundiais, com elementos de terror, sobrenatural ou magia, mas não necessariamente.

Ex.: Leviatã, Beemote, Golias, Indiana Jones

  • Fantasy Dieselpunk / Fantasy Decopunk / Fantastic Noir: mistura de elementos Noir com ficção cientifica, podendo conter magia e super ciência, ou nenhum.

Exemplos.: HQ Fábulas, Discworld

  • Teslapunk: gênero focado em tecnologia elétrica fantástica, com base no inventor Tesla, por isso o nome.

Exemplos.: Teslagrad

  • Atompunk / Raygun Gothic: normalmente entre 1940s a 1960s, a tecnologia costuma ser exagerada com uma estética da época ou influenciada por ela e muito surrealismo.

Exemplos.: Fallout, Astro Boy, Os Jetsons

  • Raypunk: gênero que aponta para o infinito com sua arquitetura gótica. Focado no espaço sideral, nas tecnologias e nos alienígenas, aqui pessoas usam jetpacks e roupas de astronauta(bubblehead). Alem disso, muitas armas a laser fazem parte deste universo.

Exemplos.: Flash Gordon, The Ballad of Halo Jones, Barbarella

  • Formicapunk / Nowpunk/ Punk Punk / Cassette Futurism: normalmente entre 1970s a 2000s, costuma se passar em alguma realidade alternativa com uma tecnologia distópico ou anacrônica.

Exemplos.: Akira, Eles Vivem

  • Gothicpunk / Dark Urban Fantasy: normalmente de 1980s a 2000s, lembra o nosso mundo porem mais Noir e sombrio.

Exemplos.: Vampire A Máscara, O Corvo, Hellblazer, Blade, Constantine

  • Elfpunk: é um subgênero da fantasia Urbana, focado em fadas e elfos na era atual.

Exemplos.: Changeling RPG, Shanara Chronicles

  • Capepunk: cenário de super heróis focado no máximo de realismo.

Exemplo.: Hankcock, The Boys, Wild Cards, Heroes, Alphas, The 4400

  • Biopunk: ao invés de cibernética foca em engenharia genética, tecnologia orgânica ou biomodificações.

Exemplo.: A ilha do Dr. Monreau, Frankenstein, Elfen lied, Gattaca: A experiências genética

  • Nanopunk: foca em nanotecnologia.

Exemplo.: Filme Transcendência, Deux EX

  • Oceanpunk / Seapunk / Waterpunk / Piratepunk: mundos aquáticos ou cenários dominados por vastos oceanos, podendo ou não ser pós-apocalíptico, mas a tecnologia costuma ser focada na água.

Exemplo.: WaterWorld, One Piece

  • Fantasy Seapunk: Seapunk unido com Elfpunk, normalmente focado em sereias e tritões ou cetáceos inteligentes.

Exemplo.: Still the water, Ponyo, Máscaras para os Mortos

  • Desertpunk / Sandpunk / Apunkalypse: Mundo com deserto, arenoso, queimado ou devastado, normalmente envolve sobrevivência.

Exemplo.: Trigun, Duna, Dark Sun RPG, A Estrada

  • Petrolpunk / Carpunk: desertpunk focado em corridas ou guerras de carro, normalmente possui luta por combustível e comida.

Exemplo.: Mad Max, Tank girl

  • Frostpunk: semelhante ao Desertpunk porem em mundos gelados, congelados ou com inverno nuclear.

Exemplo.: Frostpunk the game, Expresso do Amanhã

  • Zombiepunk: variação pós apocalíptica ocorrida devido a zumbis.

Exemplo: The Walking dead, Z Nation, World War Z, Days Gone, Last of Us

  • Solarpunk: uma versão Cyberpunk mais otimista e mais limpa, com foco ecológico e no uso, claro, da energia solar.

Exemplo.: O planeta do Tesouro, Wall-E, Zootopia, Princesa Mononoke

  • Silkpunk: inspirado na antiguidade clássica asiático, com foco em tecnologia do papel, seda e bambu ou culturas do pacífico com foco em coco, penas e coral.

Exemplo.: The Grace of Kings, Jade City, The Tea and the detective, Monstress

  • Rococopunk: variante do Steampunk, pode ser tanto uma paródia ou comédia do Steampunk como um cenário completamente influenciado pela arte Rococo.

Exemplo.: Adam and the Ants

  • Chalcolithicpunk / Copperpunk: variante do Stonepunk que se passa na Idade do cobre, ou período entre o final da pré-história e início da historia.

Exemplos.: Glorantha RPG, Primeval Thule RPG

  • Mythpunk: subgênero da ficção mítica, usa elementos da literatura pós moderna mesclado com seus folclore e mitos.

Exemplos.: Deathless

  • Scavengedpunk: subgênero pós apocalipse ou de mundos desastrosos que foca numa cultura perdida que é sucateada para sobrevivência, alguns cenários apresentam uma nova raça que se desenvolveu, mas nem sempre.

Exemplo.: Rango, Vida de Inseto, Numenera

  • Bugpunk: União de Cyberpunk com Biopunk e fantasia.

Exemplo.: Série de livros Leviatã, Beemote e Golias

  • Transistorpunk / Psychedelicpunk: normalmente se passa nos anos 60 durante a guerra fria com muito uso de drogas surreais de efeitos diversos.

Exemplo.: A Scanner Darkly, Suspiria

  • Mannerpunk / Fantasy of Manners: literatura de fantasia com elementos de comédia, não necessariamente de humor, normalmente foca em maneirismo e classes ou estruturas sociais, passando na era pré-industrial ou anterior, pode ou não conter elementos de fantasia e sobrenatural.

Exemplo.: A pequena princesa, Orgulho Preconceito e Zumbis

  • Dreadpunk: união horror com o dark fantasy.

Exemplo.: Penny Dreadfull, A mulher de preto, Edward mãos de tesoura

  • Soundpunk / Rockpunk / Metalpunk: subgênero com tema musical ou qualquer elemento desde que o rock seja o principal, normalmente o Heavy Metal e suas variantes.

Exemplo.: Dio the RPG, Heavy Metal series


Ufa, finalmente chegamos ao final, mas ainda não é tudo e podem ter outros que acabaram não entrando nesta lista. Se você quer conhecer outros tipos, tenho um guia de gêneros literários que vai te ajudar a conhecer outros e suas variantes.

Escritor. Especialista em Busca Orgânica & Marketing. Leitor apaixonado por fantasia e ficção científica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.