como escrever seu primeiro livro
Como Escrever Um Livro

Como escrever seu primeiro livro: o que fazer e não fazer

Quando você está dando os primeiros passos, ninguém te ensina como escrever o seu primeiro livro. À princípio, escrever seu primeiro livro requer foco, planejamento, motivação e disciplina. Portanto, aqui vão algumas coisas que você deve e não deveria fazer quando for começar a escrever seu primeiro romance.

Planejamento e estruturação do romance

A escrita é um projeto de médio a longo prazo (a menos que você seja aqueles autores que conseguem escrever velozmente). Se você não quer que seu livro fique estagnado, preso em um bloqueio criativo, o planejamento é essencial.

Para começar o planejamento do livro, defina um prazo para concluir sua primeira versão. A partida daqui, defina quantas palavras por dia está disponível para escrever. Por exemplo, se você quiser escrever um romance de 80.000 palavras, pode definir escrever de 500 a 2.000 palavras por dia, o que vai te fazer terminar essa primeira versão em torno de 160 a 40 dias. Ao olhar sobre esse aspecto, é perfeitamente possível escrever um livro em um ano ou período menor se tiver mais tempo para se dedicar.

Caso seja possível, estruture com antecedência todo o seu plano de trabalho. Você pode usar o método Zettelkasten ou o método Cornell, para organizar suas ideias e ter documentos de apoio durante sua escrita. Seu planejamento pode ser tão simples ou complicado como preferir, desde que te seja útil e o ajude todo dia.

É hora de criar a estrutura da sua história, construindo arcos de personagens, seja pensando na jornada do herói, método snowflake ou na estrutura de três atos, as fichas de personagens, descrições de ambientações e toda qualquer informação complementar. O segredo é ter em mãos um guia do que você quer escrever, como um manual de como a história vai andar, desde o prólogo até o epílogo se for do seu interesse.

Tenhas suas folhas de pesquisa afiadas

Alguns livros podem exigir mais pesquisa do que outros. Se estiver escrevendo sobre um local desconhecido, faça um tour no Google Street View e anote pontos de referência, ou busque dados nos sites das cidades ou turísticos que você está interessado.

Uma maneira de organizar sua pesquisa é manter toda a documentação com um índice para acesso rápido. No Docs é bem fácil, mas se você gosta de usar o bom e velho caderno, aposte nos marca-páginas, nos marcadores, stickers e tudo que puder indicar do que se trata cada informação.

Essa visão generalizada dos locais, objetos, temas, personagens e outros elementos do seu romance são os pilares que vão te apoiar e te manter com foco em escrever, ao invés de parar a cada momento para fazer uma nova pesquisa.

Claro que pesquisar é algo que não termina, mas se você focar um tempo apenas para isso, depois fica mais prático e não haverá tantas pausas.

Escreva todos os dias se possível

Escrever todos os dias é a garantia de que você terá seu livro em mãos. Sei o quanto é difícil escrever todos os dias, mas lembre-se que se você ficar um ou dois dias sem escrever, isso não fará com que seu ritmo desapareça, na verdade são descansos e você não deve ignorá-los, apenas continue de onde parou.

Um bom conselho é escrever qualquer quantidade de palavras nos dias “ruins”. Pode parecer que vai sair tudo horrível e forçado, mas vale a pena se manter trabalhando, mesmo que for um pouco. A persistência é o que ajuda muitos escritores iniciantes em manter o ritmo, até conseguirem identificar seu estilo próprio e seus momentos ideias de escrita.

“Eu não tenho tempo para escrever”, é uma das razões mais comuns para você escrever todos os dias, mesmo que poucas palavras. Mas se você quer dar o primeiro impulso em como escrever seu primeiro livro, tente adaptar seu tempo em pedaços menores, pense que escrever por 20 minutos é mais fácil do que escrever por uma hora. Se você escreve todos os dias, seu foco permanece e sua escrita apenas melhora.

Como escrever meu primeiro livro até terminá-lo?

A primeira coisa que você deve saber é que as distrações são poderosas. Porém, registre seu progresso diário, anote dúvidas, surpresas, insights e descobertas que fez no dia, seja sobre você ou sobre seu livro. As vezes o simples fato de anotar como foi seu dia torna mais fácil colocar as ideias no papel e chegar mais próximo de finalizar o seu livro.

Pense que sua primeira versão vai ser uma porcaria, e isso é inegável, nenhum autor consegue na primeira versão escrever o seu melhor livro. Pode parecer impossível, quem saber até exista um ou outro autor, mas essas pessoas tem bastante tempo ou são mestres em transformar ideias em palavras. Como infelizmente você não é essa pessoa, escreva um primeiro livro ruim, depois reescrever, reescrever, reescrever e reescrever até ter lidado com cada falha de escrita, de arco de personagens e furos no enredo.

Perguntas para se fazer enquanto escrever seu primeiro livro

  • Os meus personagens são distintos uns dos outros: Cada um tem sua própria voz e um conjunto de objetivos e motivações?
  • Estou incluindo detalhes sensoriais suficientes, meu leitor pode ver, cheirar, tocar meu mundo ficcional em sua mente?
  • Estou sendo original o suficiente? Tenha em mente que os fãs do seu gênero literário leem muito e já conheceram diversas variações da mesma história. Você não precisa recriar a roda, mas uma nova voz ou uma nova abordagem para a fórmula testada e comprovada irá encantar o leitor.
  • Está claro para o leitor quem está falando, onde a cena acontece, por que o evento x está ocorrendo?

Certifique-se de que os eventos de sua história mostrem causa e efeito (x leva a y) e que seus personagens sejam interessantes. Crie intrigas e detalhes suficientes para atrair os leitores. Mostre o máximo que puder sem contar de uma forma que trave a imaginação do leitor.

Agora, pare de mudar de ideias sobre a sua história e começar do zero!

Falamos do que fazer, então precisamos falar do que você não deve fazer. Se você está descobrindo como escrever seu primeiro livro, comprometa-se com a sua ideia de história e resista ao impulso de abandonar e começar outra, achando que é uma história melhor.

Como escritor, posso dizer que esse foi o meu maior erro, tendo mais de três versões de um mesmo livro que nunca se concluía. Fazer isso é como fugir dos desafios da escrita e evitar enfrentar melhorar a sua escrita. Entendo que você possa ter dúvida sobre sua escrita e seu desempenho, mas para isso você pode apostar em cursos de escrita criativa para explorar novas ideias e mundos, sem que você precise pausar a sua escrita atual.

O risco de começar um novo romance é que isso vira um ciclo vicioso e nenhum livro será escrito, pode acreditar no que digo. Cada vez que uma ideia nova surgir, anote e guarde. Seu livro pode mudar na reescrita ou pode virar um novo livro, não deixe de lado sua primeira ideia com medo de errar, pois você sempre poderá voltar e ajustar qualquer problema.

Não subestime o que é preciso para escrever um romance

Muitos aspirantes tem visões de sucesso desde a primeira linha, mas você precisa de muito trabalho e rotina para chegar no estágio de enviar para uma editora. Ao escrever seu primeiro livro tenha em mente que vai precisar de:

  • Motivação
  • Disciplina
  • Foco
  • Direcionamento (olha o planejamento aqui de novo)
  • Confiança na sua história e em si mesmo

Não fique detalhando cada grão de areia do seu mundo

Evite focar tanto em detalhes descritivos que você cria nos relacionamentos entre seus personagens. No mundo real nem tudo são os mínimos detalhes, existem também os relacionamento humanos.

Todo escritor de ficção começa a descrever seu mundo em detalhes intrincados, inventando todos os tipos de lugares e eventos. Por outro lado, pare e pense que seu mundo ficcional deve estimular os sentidos do leitor, as relações em seu livro vão segurar os sentimentos, permitindo que criem laços e façam escolhas de seus personagens.

Não entregue a ficha do seu personagem nas primeiras linhas

Quando você conhece alguém, eles são um mistério para você. Com o tempo, você descobre detalhes, sua história, crenças, valores, gostos, desgostos, ditados, expressões favoritas e muito mais. O mesmo deve acontecer com os personagens do seu livro. Se você começar a descrição de um personagem com detalhes do rosto, sentimentos, desejos, medos e crenças, isso pode ser entediante. Também é menos provável que deixe o leitor curioso, afinal, terá menos motivos para querer conhecer melhor seu personagem.

Mantenha em mente os prós e contras ao escrever seu primeiro livro e torne o processo de escrita os mais fluído possível. Escrever é libertador e com o tempo, você vai querer sempre voltar e contar novas histórias. Arrisque-se!

Escritor. Especialista em Busca Orgânica & Marketing. Leitor apaixonado por fantasia e ficção científica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.